sábado, junho 12, 2021
spot_img
InícioSobre nós

Sobre nós

A Associação Brasileira de Advogados tem por finalidade promover a integração dos advogados associados, no Brasil e no exterior, visando a consolidação das boas relações, cooperação e amizades entre os membros da entidade.

Objetiva, ainda, o desenvolvimento do companheirismo como elemento capaz de proporcionar oportunidades profissionais entre os associados, e de servir à comunidade em geral, através de projetos sociais.

Visa, também, difundir os princípios éticos da advocacia, promover a capacitação profissional dos seus associados; realizar projetos sociais, pugnar pela boa aplicação das leis e ca rápida administração da justiça, defender as Constituições Federal Estaduais, as Leis Orgânicas do Distrito Federal e dos Municípios defender os cireitos humanos; celebrar convênios, acordos, contratos e parcerias com instituições de ensino públicas e privadas, com o objetivo de incrementar a cultura jurídica, das letras e da cultura em geral dos operadores do Direito, oferecer aos associados serviços que facilitem o seu dia a dia, no campo pessoal e profissional; impetrar, em favor dos seus associados, medidas judiciais visando proteger seus interesses, inclusive ações constitucionais junto ao Supremo Tribunal Federal, como por exemplo, ação direta de inconstitucionalidade como autorizada pela Constituição Federal, proteger o meio ambiente, o consumidor, a ordem econômica, a livre concorrência e o patrimônio artístico, estético, histórico, turístico e paisagístico do pais e prestar outros serviços de interesse dos associados.

O que é a ABA?

À Associação Brasileira de Advogados, ou simplesmente ABA, é uma entidade de classe, de âmbito nacional, organizada com fins não econômicos, nos termos dos artigos 53, e seguintes, do Código Civil brasileiro Tem sua sede nacional localizada no bairro de Águas Claras, em Brasilia, Distrito Federal, e atua em prol dos seus associados.

Qual a finalidade da aba?

A ABA tem por finalidade promover a integração dos advogados associados, no Brasil e no exterior, visando a consolidação das boas relações, cooperação e amizade entre os seus membros. Busca, ainda, o desenvolvimento do companheirismo como elemento capaz de proporcionar oportunidades profissionais entre os associados; de servir a comunidade em geral através de projetos sociais; difundir os princípios éticos da advocacia; promover a capacitação profissional dos seus associados; pugnar pela boa aplicação das leis e pela rápida administração da justiça; defender as Constituições da República Federativa do Brasil e dos Estados, bem como as Leis Orgânicas dos Municípios e do Distrito Federal; defender os direitos humanos; celebrar convênios, contratos, acordos e parcerias com instituições de ensino públicas e privadas; oferecer aos seus associados serviços que facilitem o seu dia a dia, no campo pessoal e profissional; impetrar, em favor dos seus associados, medidas judiciais visando proteger seus interesses, inclusive ações constitucionais junto ao STF, como, por exemplo, ação direta de inconstitucionalidade, como autorizada pelo art. 103, inciso IX, da CF; proteger o meio ambiente, o consumidor, a ordem econômica, a livre concorrência e o patrimônio artístico, estético, histórico, turístico e paisagístico do país e prestar outros serviços de interesse dos associados.

Fundador

Dr. Esdras Dantas

O Presidente da Associação Brasileira dos Advogados (ABA) é o Dr. Esdras Dantas de Souza, que foi o seu idealizador e fundador. É professor de Direito Constitucional e de Processo Civil. É advogado militante nos tribunais de 1.ª e de 2.ª instâncias sediados na capital da República e perante os Tribunais Superiores desde 1979. É formado pela Faculdade de Direito do Distrito Federal – CEUB, pós-graduado em Direito Público interno e doutorando em Direito. Atuou durante muitos anos na advocacia pública federal e do Distrito Federal. Exerceu os cargos de desembargador do Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TER-DF); de conselheiro do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP); foi presidente da OAB/DF, por dois mandatos consecutivos; conselheiro federal da OAB por 4 mandatos e diretor da OAB Nacional. Participou como examinador titular, de inúmeras bancas de concurso público para ingresso nas carreiras da magistratura (federal e do Distrito federal); da magistratura do Trabalho; do Ministério Público do Distrito Federal e dos Territórios e da Defensoria Pública da União.