sábado, junho 12, 2021
spot_img
InícioHistória da AdvocaciaReunião no Ministério da Justiça

Reunião no Ministério da Justiça

O acesso à Justiça é uma consequência do Estado Democrático de Direito na realização dos direitos fundamentais, uma vez que, violados, o Poder Judiciário atuará em sua função típica que é a prestação jurisdicional.

Portanto, não se pode esquecer da importância do advogado, que, segundo o art. 133 da Constituição Federal, é ele indispensável à administração da Justiça e inviolável em seus atos e manifestações.

O advogado sempre esteve à frente dos grandes acontecimentos nacionais, como, por exemplo, a luta pela aprovação da lei de anistia, a defesa dos direitos humanos, a campanha pelas diretas já, lutou pela redemocratização do País e pela convocação da Assembleia Nacional Constituinte para a elaboração da Constituição de 1988, entre outras lutas.

Na foto, reunião no Ministério da Justiça, onde o presidente da OAB/DF, Esdras Dantas de Souza, acompanhado dos conselheiros Túlio do Egito Coêlho, Vicente Jungman e Israel Santana, conversava com o Ministro da Justiça da época, Maurício Correia, sobre temas de interesse da cidadania.

- Advertisment -

Mais vistos